Mural SPRGS - SPRGS

Ir para o conteúdo

A(s) neurose(s) na teoria Freudiana

SPRGS
Publicado por em Fala Comitê · 2 Junho 2020
Fala Comitê
Comitê de Psicanálise do Litoral
A(s) neurose(s) na teoria Freudiana
Na teoria psicanalítica, a neurose é uma das três principais estruturas psíquicas descritas por Freud em sua obra. Seu interesse por esta estrutura surgiu a partir da observação de pacientes histéricas ainda no século XIX, juntamente a Charcot, onde iniciou seus estudos.

 
Se pode dizer que, seu artigo A hereditariedade e a etiologia das neuroses de 1896, sustentou os inícios da construção da psicanálise, onde como efeito da análise minuciosa dessa estrutura, Freud cita descobertas significativas, dentre elas a influência das vivências atuais do paciente e as suas experiências sexuais infantis, até aquele momento desconhecidas.
A exploração destes novos fatos teve extrema importância, e corroboraram para o entendimento das neuroses, que foram descritas e classificadas detalhadamente por Freud a partir de sua sintomatologia e tipos. Deste ponto em diante, Freud aprofunda seus estudos e apresenta a nosografia clínica das neuroses histérica e obsessiva, e refere a sexualidade como a etiologia das neuroses, sendo esta uma sexualidade infantil.

A evidência da sexualidade infantil, como ponto determinante para as neuroses, provocou, como sabemos, incredubilidade por parte da comunidade científica e contexto daquela época, dúvida que é posta em ato por alguns teóricos ainda hoje, após um século.

No entanto, a descoberta de Freud sobre as neuroses e sua etiologia na sexualidade infantil, conduziu o tratamento desse tipo de paciente a um outro nível de entendimento. Agora sob a ótica de que há um psiquismo atuante, e que se faz necessário a compreensão dos conflitos, representações, vivências e afetos manifestados por ele.

Elisangela Muria
Coordenadora do Comitê de Psicanálise do Litoral
Encontros: Segundas-feiras, das 10h30 às 12h




Sprgs
Rua Felipe Neri, 414 conj 202 Auxiliadora
90440-150 Porto Alegre RS

51. 3331-8586
51. 99527.3920

Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul
Voltar para o conteúdo