Mural SPRGS - SPRGS

Ir para o conteúdo

O gênero é tema para psicanalistas?

SPRGS
Publicado por em Eventos · 6 Setembro 2020
Minicurso
O gênero é tema para psicanalistas?
Com:
Carolina de Barros Falcão e Luciana Redivo Drehmer

24/outubro, sábado, 10h às 12h.
Evento on-line | via Zoom | Check-in pelo Sympla 15 min. antes*
Válido como horas complementares
Carga horária: 2 horas

Eixo Temático: Sexualidade e Gênero
Público-alvo: estudantes e profissionais de psicologia.

Investimento:
  • Sócios SPRGS: Isentos (contate a secretaria para fazer a inscrição)
  • Profissionais: R$ 45,00
  • Estudantes de graduação: R$ 35,00

Inscrições exclusivamente pelo Sympla: sympla.com.br/sprgs
(encerradas 30 min. antes do horário do evento)

Atendimento on-line da secretaria: secretaria@sprgs.org.br ou whatsapp 51-99527-3920 (em horário comercial)

A Psicanálise tem sido convocada a se (re)posicionar diante das expressões da sexualidade e gêneros diversos. Esta disciplina - criada por Freud - está  alicerçada no tempo histórico-político no qual foi constituída evidenciando uma leitura patriarcal e cis-heteronomativa. Se faz necessário, portanto, uma revisão  das questões metapsicológicas para que se possa manter os paradigmas estruturantes e deixar para trás o que representa uma ideologia datada do século XIX.

Objetivos:
Explorar a relação da Psicanálise com as expressões de gênero e da sexualidade; questionar a patologização das dissidências sexuais; apresentar paradigmas sustentadores e possíveis revisões metapsicológicas.

Conteúdo:
  1. O histórico da psicanálise e sua relação com a ordem sexual moderna;
  2. Mandatos falocêntricos, cis-heteronormativos;
  3. Patologização das dissidências sexuais;
  4. Conceito de diferença em psicanálise;
  5. Expressões de sexualidade e gênero na clínica psicanalítica contemporânea.

Carolina Neumann de Barros Falcão: Psicóloga. Psicanalista. Professora do Curso de Psicologia da Escola de Ciências da Saúde e da Vida da PUCRS. Co-coordenadora do Laboratório de Sexualidade, Gênero e Psicanálise (SAPP/PUCRS). Membro Pleno da Sigmund Freud Associação Psicanalítica (SIG).

Luciana B. Redivo Drehmer: Psicanalista e psicóloga. Professora do Curso de Psicologia da Escola de Ciências da Saude e da Vida da PUCRS. Membro Do Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre (CEPdePA). Co-coordenadora do Laboratório de Sexualidade, Gênero e Psicanálise. Co-coordenadora do Grupo de Estudos Sexualidades e Gêneros dissidentes: psicanálise, escuta e (pré) conceitos do CEPdePA.




Referências Básicas:
  • Arán, M. (2009). A psicanálise e o dispositivo diferença sexual. Revista Estudos Feministas, 17(3), 653-673.
  • Ayouch, T. (2015). Da transexualidade às transidentidades: Psicanálise e gêneros plurais. Percurso, 54(1), 23-32.
  • Drehmer, L. B. R.; Barros Falcão, C. N. (2019). Para Além da Concepção Binária Cis-heternormativa: a Psicanálise Interrogada pelas Diversidades Sexuais e de Gênero. Psicologia: Ciência e Profissão, 39 (n.spe 3), 62-74.
  • Blestcher, F. (2018). Uma expedição ao polo com roupas de verão: a psicanálise frente às dissidências sexuais. Constructo revista de psicanálise. n.3, 119-137

Referências Complementares:
  • Freud, S. (2018). O Declínio do Complexo de Édipo. In Obras incompletas de Sigmund Freud: Amor, sexualidade, feminilidade (pp.247-257). Belo Horizonte: Autêntica Editora. (Original publicado em 1924).
  • Freud, S. (2018). Algumas Consequências Psíquicas da Distinção Anatômica Entre os Sexos. In Obras incompletas de Sigmund Freud: Amor, sexualidade, feminilidade (pp.259-276). Belo Horizonte: Autêntica Editora. (Original publicado em 1925).
  • Freud, S. (2018). Sobre a Sexualidade Feminina. In Obras incompletas de Sigmund Freud: Amor, sexualidade, feminilidade (pp.285-311). Belo Horizonte: Autêntica Editora. (Original publicado em 1931).



*Check-in na sala 15 minutos antes do início do curso, através da página do ingresso no Sympla:
é só fazer login na sua conta Sympla com O MESMO E-MAIL QUE USOU PARA FAZER A INSCRIÇÃO, clicar em “Meus Ingressos”, ir até o ingresso do evento e clicar em “Acessar transmissão”.

Se você não tem 'conta' no Sympla, é rápido e fácil fazer:
Entre em www.sympla.com.br, clique em 'Criar conta' (no alto, à direita), e preencha os campos USANDO O MESMO E-MAIL QUE USOU PARA FAZER A INSCRIÇÃO no evento (além disso, são apenas mais 3 campos). O Sympla enviará um email para você, para fazer a 'Ativação de conta'. Basta abrir este email, e clicar no botão.
Você também pode usar o aplicativo Sympla, disponível nas versões iOS e Android.

Você deverá ter o aplicativo Zoom instalado, ou faça a instalação através do link disponível no Sympla ou na sua loja de aplicativos.




Sprgs
Rua Felipe Neri, 414 conj 202 Auxiliadora
90440-150 Porto Alegre RS

51. 3331-8586
Whatsapp: 51. 99527.3920

Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul
Voltar para o conteúdo